Postagem em destaque

Mudança no Ministério da Defesa Podem Atrapalhar Nas Investigações Da Lava-jato


Para safar das acusações Michel Temer faz substituição de pasta do ministério da defesa, sai Osmar Serraglio e entra Torquato Jardim, surpreendendo e causando preocupação aos delegados da polícia federal sobre mudanças nas investigações já em andamento pela operação Lava-jato, afinal desconhecem qualquer proposta de Torquato Jardim para o ministério.

Em nota a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) vem a público demonstrar preocupação com a notícia da substituição, neste domingo, dia 28, do Ministro Osmar Serraglio pelo Ministro Torquato Jardim para ocupar o cargo de ministro da Justiça.

Os Delegados de Policia Federal foram surpreendidos com a notícia da substituição, até mesmo porque desconhecem qualquer proposta de Torquato Jardim para a pasta. É natural que qualquer mudança no comando do Ministério da Justiça gere preocupação e incerteza sobre a possibilidade de interferências no trabalho realizado pela Polícia Federal.

Para resolver esta situação e evitar dúvidas, é fundamental que seja logo aprovada, no Congresso Nacional, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 412/2009, que garante a autonomia funcional, administrativa e orçamentária à Polícia Federal.


Além da autonomia, também é essencial que seja instituído o mandato para Diretor-geral da PF, de modo que mudanças de governo ou de governantes não reflitam em interferências políticas, cortes de recursos e de investimentos que prejudiquem as ações da Polícia Federal.

Carlos Eduardo Sobral

Presidente da Associação Nacional dos Delegados de Policia Federal - ADPF

Nenhum comentário

Deixe aqui seu comentario: